Aprovados em universidades públicas, estudantes da região comemoram resultado

A lista de aprovados na segunda fase do vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR) foi divulgada nos últimos dias e apontou alguns estudantes de escolas públicas e particulares da região, que comemoram a aprovação e contam como conseguiram uma vaga em uma das mais importantes universidades do país. Há ainda, alunos que foram aprovados em outras universidades públicas, como a Estadual do Paraná.

Agora caloura da UFPR, Emanueli Caroline de Jesus Santos, de 17 anos, passou em Ciências Exatas (física, química e matemática). Conforme ela, a rotina de estudos para o vestibular começou há cerca de seis meses. “Eu mantinha uma rotina de estudos muito bem aplicada: além das cinco horas no período escolar, eu estudava mais seis horas no período da tarde. Para isso, tive que abandonar o meu trabalho, pra poder conciliar os meus horários de estudo”. Ela estudou no Colégio COC Beraldo, de Campina Grande do Sul, desde o 8º ano e além da UFPR foi aprovada em cinco universidades particulares.

Petherson Trudes de Freitas, de 20 anos, também é ex-aluno do Colégio Beraldo, e no ano de 2019 participou do Cursinho COC Beraldo. “Essa foi a minha terceira tentativa na federal. Minha rotina de estudo funcionava à noite, eu ficava torno de 30 a 50 minutos revisando o conteúdo do cursinho e estudava música, sem tempo estipulado”. Ele foi aprovado em Música (licenciatura) na Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP), vinculada à Universidade Estadual.

Os alunos da rede pública não ficam para trás: dados divulgados pela UFPR mostram que 59,79% dos aprovados no vestibular 2019/2020 são oriundos de escolas públicas, é o caso de Eloizy Lemes dos Santos, de 17 anos, aluna do Colégio Estadual Campos Sales, conta que não fez nenhum cursinho para tentar uma vaga na UFPR, mas que conciliava as matérias da escola com o seu sistema de estudo. “Essa é a primeira vez que fiz o vestibular, e graças a Deus passei em Pedagogia. Eu sempre estudei em escola pública”.

Aprovado no curso de Agronomia na UFPR, Vinicius Floriano, aluno do Colégio Estadual Arlinda Ferreira Creplive, de Quatro Barras, diz que sempre estudou em escola pública e reviu alguns conteúdos em casa, poucas semanas antes da prova. “Eu não fiz nenhum cursinho ou aula particular. Comecei a rever algumas matérias pouco tempo antes do vestibular da federal, umas 3 semanas antes”.

Na região, o Colégio COC Beraldo, da rede particular, localizado no Jardim Paulista, foi o que mais aprovou alunos do ensino médio regular ou do Cursinho COC Beraldo, em universidades públicas, totalizando oito. Alguns desses fizeram o cursinho, mas cursavam o ensino regular em escolas estaduais.

Confira a lista de aprovados na região:

Colégio COC Beraldo

Matheus Franco – Zootecnia;

Amanda Trudes – Engenharia de Aquicultura;

Gabriel Moraes – Ciência Biológicas (cursinho);

Ana Vitória – Matemática;

Emanueli Santos – Ciências Exatas;

Renato Quevedo – Ciências Econômicas (cursinho);

Helen Rodrigues – Ciências Contábeis (cursinho).

Colégio Estadual Campos Sales

Eloizy Lemes dos Santos – Pedagogia.

Colégio Estadual Ivan Ferreira do Amaral Filho

Renato Quevedo – Ciências Econômicas.

Colégio Estadual Bandeirantes

Jonatas Mendes – Física.

Colégio Estadual Timbu Velho

Gabriel Moraes – Ciências Biológicas.

Colégio Estadual Arlinda Ferreira Creplive

Vinicius Floriano – Agronomia.

Colégio Estadual Elias Abrahão

Gustavo Jucoski – Filosofia;

Miguel Zanchettin – Economia;

Matheus Henrique – Engenharia Ambiental.

Colégio Estadual André Andreatta

Helen Rodrigues da Silva – Ciências Contábeis.

Colégio Graciosa

Beatriz Weidman – Educação Física;

Anna Carolina Costa Bosso – Medicina Veterinária (UFAL)

Colégio Sesi de Quatro Barras

Maria Eduarda Cassimiro – Zootecnia.

Dom Orione

A coordenação do colégio foi contatada, mas optou por não fornecer a informação.

*Informações cedidas à redação do União pelas instituições de ensino.

*Os dados dessa reportagem não contemplam estudantes que concorrem às vagas por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

*Se por ventura houver calouros não mencionados, nossa reportagem fica à disposição para publicar seus nomes nas próximas edições (contatos pelo telefone (41) 3676-1532 ou pelo e-mail: redação@portaljornaluniao.com.br).