Maior colônia italiana do Paraná, Colombo faz 132 anos

Umas das maiores colônias italianas do Paraná, Colombo celebra 132 anos neste sábado, 5 de fevereiro. É o 2º ano em meio a pandemia da Covid-19. O prefeito da cidade, Helder Lazarotto (PSD), destacou num evento realizado no último dia 4 (sexta-feira) a emancipação política de uma das “capitais” da uva.

Foto: ASCOM Prefeitura de ColomboQueremos ser uma grande cidade. E isso pressupõe não apenas registrar uma grande população, mas também ter atitudes que demonstrem a nossa capacidade de crescer dando qualidade de vida à estas pessoas. Esta é a nossa vocação. Colombo é a terra de todos” finaliza Lazarotto. O evento, realizado em frente à prefeitura no centro, contou com a participação do vice-prefeito Professor Alcione e demais autoridades políticas.

História

Colombo não pode ser considerada uma cidade-dormitório, já que munícipe que vive aqui pode realizar tudo na cidade, desde pagar conta em lotérica, trabalhar ou ainda ver um filme no único cinema disponível no shopping da cidade. A cidade foi emancipada em 5 de fevereiro de 1890. Uma curiosidade é que onde é atualmente as cidades de Almirante Tamandaré e Campo Magro já foram parte colombense.

A população estimada hoje é de 249.277 pessoas, sendo 149.448 aptos a votarem. Colombo destaca pela agricultura familiar, já que é considerada uma das capitais do plantio da uva. Além disso a “Festa da Uva”, tradicional, foi cancelada pela segunda vez pela alta de casos da Covid-19 e variantes no município. A produção de vinho é expressiva na cidade. Vinículas produzem e comercializam diferentes tipos da bebida, além de sucos, geleias e outros produtos que têm a uva como matéria-prima. Visitas guiadas pelas propriedades e pratos das culinárias italiana e francesa conferem mais charme e requinte ao passeio.

As principais vias de acesso a Colombo são as rodovias BR-116, BR-476 e PR-417, a Rodovia da Uva, que liga o município à Capital. A distância até Curitiba é de 17,3 km. Até o Aeroporto Internacional Afonso Pena, são 34 km.

Pontos turísticos

Os lugares mais visitados são os parques municipais da Uva, Gruta Bacaetava e o Museu Municipal Cristóforo Colombo. Confira os pontos turísticos:

Parque Municipal da Uva


Conhecido por ser palco da Festa da Uva, o Parque Municipal da Uva é uma ótima opção de lazer. O espaço oferece trilha, local para caminhada, tanque para pesca e playground. Lanchonete e churrasqueiras garantem deliciosas refeições. E para o conforto dos visitantes, tem banheiro, estacionamento e acessibilidade para pessoas com deficiência.

Parque Municipal Gruta Bacaetava


Patrimônio espeleológico mais próximo de Curitiba, o Parque Municipal Gruta Bacaetava é um local de fácil acesso, onde é possível visitar uma caverna de 200 metros de extensão. No interior dela, estão diferentes espeleotemas, como estalactites, estalagmites e travertinos.

Memorial do Imigrante Italiano


Representação da imigração italiana em Colombo, a Casa Eugênio Mottin é um lugar de memórias. Na construção de 1922, localizada no Parque Municipal da Uva, os visitantes encontram detalhes e objetos que retratam o cotidiano dos primeiros imigrantes italianos que chegaram ao município.

Museu Municipal Cristóforo Colombo


Conhecido como o museu do colombense, o Museu Municipal Cristóforo Colombo (nome de Cristóvão Colombo em italiano) guarda o acervo da cidade, desde os tempos indígenas até hoje. A construção é uma réplica da Societá Italiana di Mutuo Soccorso Cristóforo Colombo, onde eram realizadas aulas em italiano e consultas médicas. O local também servia como ponto de encontro dos primeiros imigrantes italianos.

Igreja São Pedro – Nossa Senhora do Caravágio


Centenária, a Igreja São Pedro mantém a mesma arquitetura desde 1931. O templo recebe a maior procissão religiosa do município em homenagem à Nossa Senhora de Caravaggio, padroeira dos imigrantes italianos. Realizado sempre em 26 de maio, o evento reúne cerca de 7 mil fiéis.

Morro da Cruz


Ponto mais alto de Colombo, com 1200 metros de altitude, o Morro da Cruz proporciona uma belíssima visão da cidade. Em 31 de dezembro de 1900, celebrou-se, no local, uma missão em agradecimento ao início do século XX. Uma celebração comemorativa é realizada todo ano, na mesma data.

Gastronomia

A exemplo da culinária italiana, que é farta e saborosa, a gastronomia de Colombo tem opções variadas e muita qualidade. Restaurantes italianos, rurais e tradicionais, além de churrascarias e de irresistíveis cafés coloniais, estão entre os estabelecimentos mais procurados da cidade.

Atenção: é preciso verificar o atendimento presencial dos pontos turísticos da cidade, pois é regulado de acordo com os casos da Covid-19.

Reportagem de Pedro Lima para o Jornal União, com informações da Prefeitura de Colombo e Viaje Paraná.

Fotos: ASCOM Prefeitura Municipal e Márcio Fausto