Idosa cai no “golpe do seguro de vida” e perde quase R$ 2 mil em Campina

Uma idosa de 73 anos foi vítima de um golpe do chamado “seguro de vida”, e disse ter perdido R$ 1.800,00, aplicado por um casal de estelionatários, na última sexta-feira (11) em Campina Grande do Sul. Com exclusividade ao Jornal União, a idosa relatou que foi abordada pelos suspeitos por volta das 10h, na Avenida Duílio Calderari, no Jardim Paulista.

Conforme contou a idosa, a golpista se identificou como “Maria” e o comparsa “Cláudio”. Ambos disseram à vítima que moravam a algumas quadras dali, próximo ao Colégio Ivan. A moça pediu ajuda à senhora para descobrir o endereço que estaria descrito em um papel que ela tinha em mãos. Em seguida, o comparsa apareceu para também oferecer ajuda e endossar o golpe. A mulher disse que havia descoberto uma doença terminal, e por conta disso, teria direito a receber um seguro de vida no valor de R$ 1 milhão.

A golpista disse que se conseguisse receber a quantia dividiria parte da “bolada” à idosa e também ao rapaz, cerca de 10% do valor total. Mas para isso, era necessário fazer um depósito em dinheiro para a conta de uma seguradora. A vítima aceitou a proposta e foi conduzida até a residência buscar o cartão do banco e documentos pessoais. Os golpistas estavam em um Voyage Preto e chegaram a levar e trazer a idosa para sacar o dinheiro.

Segundo informou a vítima, o saque aconteceu na lotérica do bairro. O valor sacado era parte da poupança que a idosa guardava para uma possível necessidade. “A Caixa me liberou somente R$ 1.800,00, não mais que isso. Ainda bem, pois eu tinha uma quantia maior guardada”, relatou a idosa.

A vítima só percebeu que se tratava de um golpe quando foi alertada pela filha, que só ficou sabendo do ocorrido horas depois. O casal ainda deixou o endereço da suposta seguradora para a idosa, que chegou a ir no local indicado, porém descobriu que ele não existe. A filha da idosa informou que o caso será repassado à delegacia do município.