Diretores e atores estão nos preparativos finais para a Paixão de Cristo

Como contar uma história já conhecida, realizando adaptações textuais e tendo no elenco atores e figurantes, que em sua maioria, nunca atuaram em teatro? Esses têm sido os desafios que os diretores, Luciano Oro e Eliane Pedroso, assumiram quando passaram a coordenar a Paixão de Cristo, espetáculo que vai ser encenado na próxima sexta-feira (15), em frente ao Santuário Nossa Senhora de Fátima, em Campina Grande do Sul.

Foram meses de trabalho, e nesta semana os ensaios passaram a acontecer diariamente, sempre no período noturno. O objetivo é que tudo saia conforme o planejado pela direção. Afinal, são aproximadamente 50 atores e figurantes que estão sob a responsabilidade de Luciano e Eliane. O Jornal União acompanhou parte dos ensaios do grupo na última terça-feira (13), para saber como estão os preparativos finais para o espetáculo.

Diretores Luciano Oro e Eliane Pedroso

Conforme conta os diretores, o elenco é composto por pessoas de diferentes idades; a mais nova tem seis anos e a mais experiente perto dos 70. São fiéis que participam da comunidade e também desempenham alguma função voluntária na igreja. A cada encontro, os diretores assistem a atuação dos atores, observam os detalhes e repassam tudo que pode ser melhorado a cada personagem. Cada integrante tem se dedicado em decorar textos e performances para o grande dia da encenação.

Por se tratar de um espetáculo que envolve emoção, uma das preocupações é que esse sentimento também seja repassado ao público que vai se dirigir ao santuário para prestigiar o espetáculo. “A gente trabalha muito com encontros de vivência, vivemos isso no teatro quando se fala em emoção. Pra retratar a cena de Maria com Jesus, por exemplo, orientamos que os atores vivam aquela cena como se tivesse acontecendo com um familiar”, conta Eliane Pedroso. A diretora é formada em teatro, produção e gestão cultural e atua na área desde 2006. Dentro de suas experiências, Eliane já trabalhou com grupos de teatro na capital.

Trabalhando com teatro desde 1996, o diretor Luciano Oro, conta que o desafio maior foi a inexperiência inicial dos envolvidos. No entanto, ele acredita que a experiência vivida pelos personagens irá angariar bons frutos no âmbito cultural para a comunidade. “Foi praticamente um curso teatral em que todos tiveram a oportunidade de aprender. Percebemos que muitos do elenco ganharam gosto em atuar e produzir. Isso vai ajudar no surgimento de novos talentos para a comunidade artística da cidade”, comenta.

Victor Nascimento vai interpretar Jesus na peça: “Será um desafio!”

Contando os dias para dar vida a Jesus no espetáculo, o campinense Victor Nascimento, 19 anos, revela o sentimento de estar na pele do personagem principal da história. “Será um desafio! Estou muito feliz pelo convite feito pelo professor Luciano, que confiou a mim esse papel tão importante”, conta Victor, que é uma das exceções dos atores da peça que têm maior experiência com a arte cênica.

O jovem ator é fruto de um projeto cultural desenvolvido pela Prefeitura Municipal na Praça CEU, e que é coordenado pelo professor Luciano Oro, também diretor do espetáculo. O teatro sempre foi uma área que esteve muito presente na vida de Victor, tanto que ele já desenvolveu peças em igrejas e no colégio, além da chance de participar de importantes festivais pela cidade. Em 2019, quando ingressou no curso de teatro da prefeitura, Victor pôde aperfeiçoar ainda mais esse dom.

Falando sobre como será sua atuação na peça, Victor conta que além do espetáculo teatral, o evento fala muito sobre fé – algo que para ele tem um significado muito importante. “Vou dar o meu melhor e tenho a certeza que a Paixão de Cristo vai alcançar muitas pessoas através da arte”, conclui.

Serviço

O espetáculo da Paixão de Cristo acontece à partir das 19h, em frente ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima, no Jardim Paulista, em Campina Grande do Sul. A entrada é gratuita. O evento conta com apoio da Prefeitura Municipal de Campina Grande do Sul, através da Secretaria de Ação Social, Família e Cultura do Departamento de Turismo.