Com apresentação da Orquestra de Cordas do Iguaçu, Teatro Municipal é oficialmente reinaugurado

Com uma noite dedicada à Cultura, o Teatro Municipal José Carlos Zanlorenzi, no Jardim Paulista em Campina Grande do Sul, foi oficialmente inaugurado após passar por obras de ampliação e reformas. Em sua reestreia, a Orquestra de Cordas do Iguaçu foi convidada para realizar uma apresentação especial.

Várias intervenções foram feitas ao longo dos últimos anos, mas a reforma mais considerável foi realizada neste ano com a modernização da fachada e a cobertura do hall de entrada, acompanhadas das rampas de acessibilidade. Na parte interna do prédio, foram feitos reparos na rede elétrica, com nova iluminação, troca de carpete, cortinas e do assoalho do palco. Os camarins, banheiros e poltronas também foram reformados, bem como ampliado o espaço das coxias.  As obras foram feitas com recursos próprios do município e custaram aos cofres públicos municipais o valor de R$ 290 mil.

Em seu discurso, a secretária de Ação Social, Família e Cultura de Campina Grande do Sul, Vanessa Dal Ponte, agradeceu a sua antecessora, a primeira-dama Fabiana Zanetti, que esteve à frente da pasta durante a reforma do espaço, e relembrou que a atual gestão tem ainda realizado a reforma da Casa da Memória. “Que a cultura se sobressaia em nosso município!”, disse. Vanessa finalizou sua fala citando as palavras do sociólogo brasileiro, Herbert José de Souza, que diz: “Um país não muda pela sua economia, sua política e nem mesmo sua ciência; muda sim pela sua cultura”.

O prefeito Bihl Zanetti falou sobre os investimentos realizados nas obras de revitalização do Teatro Municipal, “Tenho certeza que todo esse investimento realizado ajudará na formação de cidadãos do bem. Isso contribuirá para a diminuição dos problemas sociais, revertendo todo esse processo na construção de uma sociedade melhor, mais humana e mais responsável”.

Na cerimônia de reinauguração, o palco recebeu apresentações de professores e alunos da Orquestra de Cordas do Iguaçu, de Tunas do Paraná. Na ocasião, membros da Orquestra Sinfônica do Paraná que compõe a Cordas do Iguaçu, também participaram da apresentação.

Sobre o teatro

O Teatro Municipal José Carlos Zanlorenzi foi inaugurado em 1996 pelo ex-prefeito Marco Antônio Caron, e é considerado um dos espaços culturais mais bonitos do município, e que já recebeu grupos cênicos de dança e música, oriundos de várias cidades do Paraná e de todo o país. Já passaram pelo palco do teatro artistas renomados e reconhecidos do cenário cultural brasileiro como Moacir Franco, Agnaldo Timóteo e Alysom Brasil.

Todos os anos o teatro recebe a apresentação da Orquestra Sinfônica do Paraná, em que reúne grande público durante os dias das apresentações. Durante o mês de junho realiza-se a Semana Cultural de Inverno e no final de cada ano, o Festival de Natal.

Nome

O teatro recebeu o nome do ex vice-prefeito e ex-vereador José Carlos Zanlorenzi, falecido em 5 de agosto de 1994. O político nasceu em 15 de dezembro de 1951, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. Filho de Carlos Gerônimo Zanlorenzi e Julia Mocelin Zanlorenzi, foi casado com Roseli Maria Zanlorenzi, com quem teve dois filhos.

Em 1972, Zanlorenzi se mudou para o Jardim Paulista, em Campina Grande do Sul, onde instalou uma distribuidora de bebidas. Foi membro ativo da Sociedade Campinense. Foi eleito vereador no mandato de 1983 a 1988, e vice-prefeito no período de 1989 e 1992.

Homenagem

O evento teve como um dos destaques a homenagem feita ao Senhor José Carlos Zanlorenzi (in memorian), personalidade que denomina o espaço público, e seus familiares, que foram representados pela Senhora Roseli Zanlorenzi, viúva do homenageado e seus netos Viccenzo Zanlorenzi e Giancarlo Zanlorenzi, acompanhado por Fernanda Altenburger.