Modelo cívico-militar é reprovado em Campina Grande do Sul e aprovado em Quatro Barras

O balanço parcial da consulta pública para adoção do modelo cívico-militar em escolas do estado, apresentado pela Secretaria da Educação e do Esporte do Paraná nesta terça-feira, dia 3, aponta que, das 216 instituições escolhidas, 197 já encerraram o processo e 176 aprovaram a mudança. Outras 21 rejeitaram o novo modelo. A consulta pública, aberta à comunidade escolar, segue ainda em 19 escolas.

Em Campina Grande do Sul, o Colégio Estadual Bandeirantes, no Jardim Paulista – único cogitado para receber o novo modelo no município – votou contra a mudança. Dos 828 votantes, 452 registraram voto: 297 contra, 154 a favor e 1 nulo.

Em Quatro Barras, o resultado foi contrário. O Colégio Elias Abrahão, única instituição que participou da consulta na cidade, adotará o modelo cívico-militar em 2021. Lá, dos 674 votantes, 338 participaram da consulta: 223 votaram a favor e 115 contra.

Além desses dois colégios, outros 214 de várias regiões do Paraná passaram ou estão passando pela consulta pública. Na região metropolitana de Curitiba, instituições de 17 cidades estão na lista.

CONSULTA

O processo de consulta pública começou na terça-feira passada, dia 27, e foi prorrogado durante o final de semana, conforme a lei que regulamenta os colégios cívico-militares. Para que seja concluída a consulta, é necessário quórum de mais da metade dos votantes com ‘sim’ ou ‘não’ para a mudança. Os 19 colégios que ainda não atingiram o quórum têm até às 20 horas desta quarta-feira, 4, para finalizar a votação.

Até o momento, 72.615 pessoas já votaram na consulta pública. A comunidade escolar de cada uma das 216 instituições é composta por pais e responsáveis dos alunos, professores, funcionários da escola e estudantes a partir de 18 anos. Nas escolas que aprovaram a migração do modelo tradicional para o cívico-militar, a implantação do novo modelo será em fevereiro de 2021, com o início do calendário escolar.

CONFIRA AQUI os colégios que aprovaram o modelo cívico-militar.

CONFIRA AQUI os colégios que rejeitaram o modelo cívico-militar.

CONFIRA AQUI os colégios que ainda estão em consulta.

Em Campina Grande do Sul, o Colégio Estadual Bandeirantes, no Jardim Paulista, registrou 297 contra o novo modelo, 154 a favor e 1 nulo – Foto: José Fernando Ogura/AEN