Atrasos nas entregas dos Correios prejudicam comerciantes e moradores do Jardim Paulista

O serviço de entrega dos Correios tem decepcionado moradores e comerciantes do Jardim Paulista, em Campina Grande do Sul. Muitas encomendas e correspondências, segundo relatos, chegam atrasadas.

O principal problema é a perda de prazo para o pagamento de contas. “Eu tenho pagado a conta de telefone atrasada todos os meses. Quando chega, já está vencida”, diz Letícia Aparecida, que trabalha em um salão de beleza. Ela também é moradora do bairro e, em casa, a saída foi recorrer ao meio digital. “As minhas contas pessoais consigo resolver dessa forma, mas no salão nem sempre é possível acessar a segunda via online”.

O comerciante Anisio Crivelari, que tem um mercado no bairro desde 1999, reclama do mesmo problema. “Faz muitos anos que as correspondências chegam atrasadas. A conta de telefone, por exemplo, chega vencida praticamente todo mês”.

A demora na entrega de produtos também prejudica Larissa Andrade, que abriu uma assessoria pedagógica no bairro há seis meses. “Não recebemos um produto na data prevista, tivemos que pedir que fosse enviado novamente e até agora não chegou”.

Os contratempos afetam inclusive a sede do Jornal União. O diretor, Elízio Siqueira, chegou a perder o prazo para informar o condutor de uma multa de trânsito. “Quando recebi a correspondência, já não havia mais tempo e isso me causou um grande transtorno”. Outra queixa dele é em relação ao local em que as correspondências são entregues. “É muito comum as encontrarmos no vizinho”. Ele relata ainda que a caixa postal, sempre informada no endereço, não tem sido usada pelos Correios.

NOTA OFICIAL

A assessoria de imprensa dos Correios respondeu à nossa reportagem que “lamenta eventuais transtornos e informam que, em razão dos protocolos adotados em prol da segurança de empregados, fornecedores e clientes, podem ocorrer alterações pontuais nos serviços prestados. Porém, as rotinas de entrega e atendimento permanecem sendo executadas em Campina Grande do Sul”.

A nota também informa que “no intuito de otimizar o serviço de atendimento e distribuição, os Correios têm utilizado medidas como a execução de horas extras, remanejamento de empregados de outras unidades e plantões aos sábados para minimizar os impactos aos clientes. Com essas ações, será possível observar melhora dos serviços nos próximos dias”.

A empresa termina o texto colocando os canais de comunicação à disposição dos clientes: telefones 3003-0100 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800 725 7282 (demais localidades) ou site.