Prefeitura de Campina Grande do Sul estabelece nova metodologia para enfrentamento à pandemia

Conforme o União adiantou em reportagem publicada na edição desta terça-feira, dia 14, a Prefeitura de Campina Grande do Sul criou uma metodologia própria de escalonamento de horários. A medida estipula critérios estabelecidos pela Vigilância em Saúde (Visa), repartição vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, que prevê avaliação semanal da situação epidemiológica por meio de classificação de bandeiras – amarela, laranja e vermelha – que representam graus epidemiológicos.

A ideia é evitar ao máximo o fluxo de pessoas circulando ao mesmo tempo. Na prática, para um melhor controle epidemiológico, haverá restrição de horários de funcionamento do comércio evitando, porém, o fechamento absoluto, o que somente ocorrerá em último caso.

“O escalonamento é uma forma de manter a estratégia de conciliação entre a saúde pública e a atividade econômica de Campina Grande do Sul, seguindo a linha de atuação adotada pela prefeitura desde o início da pandemia”, afirma o prefeito, Bihl Zanetti.

Um novo decreto regulamentando a medida sdeve ser publicado nesta quarta-feira, dia 15. Campina Grande do Sul, mediante os critérios da nova metodologia, está em bandeira laranja (atualização às 18h do dia 147), o que requer o controle moderado do fluxo de pessoas. O objetivo, por meio do documento, é também transmitir mais segurança para os comerciantes e população em geral, já que as bandeiras definem protocolos que facilitam o entendimento acerca do controle da pandemia.

A Prefeitura Municipal de Campina Grande do Sul reforça que todos os protocolos sanitários que já são de conhecimento da população devem ser mantidos, em especial o uso de máscaras e de álcool em gel, além do distanciamento social, evitando a aglomeração de pessoas.