Maia passou a vida entre a pedreira e o CMP

Ismael dos Santos Paula, o “Maia” como é conhecido por todos, nasceu, foi criado e vive na Borda do Campo, em Quatro Barras. De uma família de nove irmãos, ele passou a vida dividindo seu tempo entre a pedreira, cortando pedra, e o Complexo Médico Penal (CMP) onde é agente penitenciário há 35 anos.

“O meu pai, Diamiro Jesus de Paula, sempre foi canteiro, trabalhava na pedreira dos Greca, cortando pedra. Serviço que desde os meus sete anos de idade já comecei a aprender. E, exerci por muitos anos, mesmo depois de ter passado no concurso para agente penitenciário, aos 20 anos de idade. Por muito tempo eu trabalhei no CMP e na pedreira, de forma intercalada”, conta Maia, hoje com 55 anos de idade.

Há 35 anos no CMP, ele diz que já viveu momentos de tensão. “Em todos esses anos aconteceram dois motins maiores, nesses dias eu estava de folga, mas a gente vive aquela situação junto, porque nossos colegas estão lá dentro e o nosso local de trabalho. Em outra ocasião, dois presos me amarraram para fugir, mas isso foi uma situação isolada e nada mais sério aconteceu; ninguém saiu ferido”.

Maia trabalha diariamente com quase 300 presos e explica que o que dificulta o serviço dos agentes é a falta de funcionários no Estado. “Antes nós trabalhávamos com o dobro de agentes para cuidar de menos presos. Hoje, o número de presos mais que dobrou e de agentes só diminuiu”. Depois de tantos anos de serviço, ele já deu entrada na aposentadoria e garante: “Quando sair eu quero descansar e trabalhar sem a obrigação de cumprir horário”.

Ele pretende exercer a atividade de Condutor de Turismo, ecoturismo e turismo rural, na região de Quatro Barras. “Fiz um curso para isso e acredito que esse será o meu trabalho depois da aposentadoria do Estado”.

Como hobby, Maia gosta de pilotar moto, o que faz com dois amigos. “Nós víamos todos os anos de moto. Em dezembro vamos até Aparecida do Norte e esticamos até Minas Gerais e o litoral de São Paulo. Além disso, fazemos viagens a Santa Catarina e outros locais”.

Maia é casado com a Marlene Calegari, quem conheceu em Quatro Barras, e teve três filhos: os gêmeos Vagner e Vinicius e Caroline. Eles têm quatro netos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!