Cerro Azul zera fila de espera em creches inaugurando Cmei

A Prefeitura de Cerro Azul entregou à população no último dia 24 uma obra de grande efeito social: o Cmei Tia Clarinha, na rua Athanagildo de Souza Laio 1757. Foi uma manhã de festa para a população, pois a obra foi finalizada após 13 anos de sua aprovação. Como serão proporcionadas ali 120 vagas para as crianças, vai zerar a fila de espera na cidade.

O prefeito Patrik Magali, explica que “é uma obra de 700 mil reais, que custou a ficar pronta, mas teve, para a sua conclusão, a colaboração de muitos cerroazulenses”. Patrik falou ainda que “o Cmei vai representar muito para o desenvolvimento do município”. “Hoje apresentamos o fim de uma obra que vem de muitos anos e que vai beneficiar muitos cidadãos e homenagear a ‘Tia Clarinha’, hoje na pessoa de seus familiares”. O Cmei recebeu 65 mil reais de recursos próprios do município.

Ele ressaltou que chegar à finalização de uma obra como essa foi difícil, mas será gratificante. “Nós priorizamos investimento e mão de obra para concluir. Agora, podemos receber as crianças no ambiente escolar e, com isso, estamos potencializando a capacidade acadêmica deles”.

Publicamente, ele elogiou a atual Câmara de Vereadores. “Podemos nos orgulhar muito dela, que tem colaborado para o progresso da nossa cidade. Em 2018, a Câmara devolveu ao Executivo 70 mil reais sobre o exercício financeiro e no último ano foram 240 mil, que retornam para a implementação de obras para nossos habitantes”.

Presenças

Além do prefeito Patrik, estavam presentes vereadores, secretários municipais, o representante do deputado Francischini, Luan Dias, a Rainha da Ponkan Monique Mocelin, a Princesa Maria Eduarda, o vice-prefeito Josenei Raab (Porquinho).

O cantor da cidade, que se apresenta em várias cidades brasileiras, Henrique Cordeiro, apresentou-se para o grande número de pessoas que estavam presentes.

Tia Clarinha

A neta da professora Clara Beira, a tia Clarinha, Rosirene de Fátima Beira Alves Silva, discursou, falando sobre a importância do cmei que se inaugurava. Sobre sua avó, de saudosa memória, falou sobre seu esforço em educar crianças, durante muitos anos. “Muita gente passou pelas salas de aula em que minha avó lecionava”, destacou. Lembrou dos tempos difíceis daquela época, em que não havia condução e nem estradas, “mas ela sempre foi guerreira, sábia e sensata”.

Apoios

A secretária de Educação, Esportes, Lazer e Cultura, Eliziane de Fátima Rosner, enalteceu a colaboração de muita gente, “que, mesmo em férias, veio trabalhar para que essa obra finalmente fosse concluída e que tantos benefícios vai trazer, sem dúvida, à população”. “Não foi fácil chegar até a conclusão dessa obra, mas eu me orgulho muito de cada detalhe do processo. Eu fiz com muito carinho, como professora e como se estivesse fazendo para os meus filhos. Agora, vamos trabalhar com muita responsabilidade e honestidade para formar cidadãos”. Para ela, a inauguração é especial, pois o Cmei leva o nome de uma familiar sua. “A família deve estar orgulhosa de ver essa heroína ser homenageada hoje”.

O Cmei é dotado de modernos equipamentos didáticos e de lazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!